Find us on Google+

Confira a entrevista completa e traduzida da Nicki Minaj para o Hits Daily Double

banner-apresentacao

Recentemente Nicki Minaj concedeu uma entrevista para para o site “Hits Daily Double” a onde ela fala abertamente sobre diversos assuntos desde a sua carreira até a sua vida pessoal. Na entrevista a rapper da Young Money fala como seria importante ganhar um Grammy como Lil Wayne e Drake lhe ajudaram em tudo, e as partes mais fáceis e as mais difíceis de criar um álbum. Segue abaixo a tradução completa da entrevista de Minaj tradução e adaptação Team Minaj Brasil.

Entrevistador: Em cada categoria que você está nomeada você é o única do sexo feminino contra um oceano de homens. Se você ganhar um Grammy o que significa para você pessoalmente?

Nicki Minaj: Obrigado. Ganhar um Grammy iria inspirar as mulheres a continuar no mundo do rap e escrever e nunca desistir. Eu trabalhei tantos anos nesta cultura (Rap) que muitas vezes eu sinto que é esquecido. Antes de meus três álbuns, eu lancei três mixtapes, que também mudou o “jogo” a visão para as mulheres no rap. Eu literalmente sentei em uma sala por dias e escrevi, escrevi… sem parar, e meu único objetivo era ser melhor do que os meninos e para provar que as mulheres são tão inteligente, criativa, espirituosa, experientes em negócios, etc… Eu nunca senti realmente que os rappers do sexo masculino viam-nos rappers feminina como iguais. Eu estava determinado a mudar este pensamento.


Entrevistador: O que você se sente quando se conecta com uma canção que lhe você se pensar, “Esta é especial?”

Nicki Minaj: Eu adoro a sensação quando uma canção é arrancada de uma página do meu diário. A introdução para o Pinkprint que parece para mim: uma canção chamada “All Things Go”. Me Leva embora para um lugar escuro ainda esperançoso — um lugar secreto. Sempre que eu abro minha alma em uma canção, sinto-me como se fosse especial. Essas musicas  não geralmente tornam-se singles, mas eles são o coração do álbum. Canções como “I Lied” “The Crying Game” e “Grand Piano” Se Adele cantar “Grand Piano”, muito mais gente iria ouvi-la e ser capaz de entender o significado do que é comovente a história de nós lidar com relacionamentos.


Entrevistador: Quando você começou a trabalhar com Lil Wayne e com o Drake, o que mais te surpreendeu nesse seu progresso?

Nicki Minaj: Bom… eu adorei o fato de que Wayne não anotar suas letras ele simplesmente as memoriza no estúdio, ele gostaria de realçar a importância de eu escrever meus próprios versos mais rápida do que eu estava acostumada a. Então ele me tornou melhor e mais confiante. Com o Drake, ele passou muito tempo mostrando a batida, que ele queria fazer um rap sobre aquilo. Foi muito bom em todos os aspectos para aqueles que querem se tornar um jovem artista.


Entrevistador: Para voce batida decidi a rima, ou você está vindo com um novo conceito, independentemente de como soa a canção?

Nicki Minaj: Eu acho que a batida escreve a canção inteira.


Entrevistador: Ao criar o “The Pinkprint”, o que veio facilmente e que foi o mais difícil de lidar?

Nicki Minaj: A parte fácil foi o desejo de dar ao povo uma nova música. Então eu gostava de ir para o estúdio e escrever todos os dias. Gostaria de se perder na música. Gostaria de ser animada apenas pensando em como meus fãs reagiriam a determinadas musicas. A parte mais difícil foi contar a minha verdade. Uma vez que você descreve a sua alma, você se sente muito vulnerável. Especialmente quando você está acostumada a ser privada. Mas eu realmente senti a necessidade de documentar este período da minha vida e criar meu próprio EU literalmente, como se estivesse gritado no estúdio e eu chorei ao escrever “The Pinkprint” é o meu álbum preferido até hoje.

Source: Team Minaj

by
Confira a entrevista completa e traduzida da Nicki Minaj para o Hits Daily Double

Posted in Latest News and tagged by with no comments yet.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close